Os meus videos

Loading...

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Campeonato Barquetas - 2º Prova

Campeonato Barquetas - 2º Prova
26/02/10 - CSB

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Chassis 1/28 (Grupo Z) - Mini Zett

Depois dos chassis já nossos conhecidos, chegou outra novidade da Alemanha.

O chassis "Mini Zett".

Este è um Chassis muito similar ao "PN", mas com a vantagem das afinações nos suportes das carroçarias.

Os suportes da carroçaria em vez de terem sómente uns buracos para passar os parafusos, com a consequente limitação de afinação (o mais perfeito possível) à carroçaria, têm uns rasgos longitudinais e verticais que permitem posicionar com perfeição:
- a altura da carroçaria
- a distância entre eixos
- a colocação das rodas exactamente no centro das cavas da carroçaria
- e utilizar outros tipos de motores porque a peça de suporte é afinável

Além disso, tem um acabamento à Alemã... muito superior ao que estamos habituados neste chassis que actualmente usamos.

Quanto ao preço é abaixo dos 40.00€.

http://www.slotcars-forum.com/index.php?topic=819.0

Chassis 1/28 (Grupo Z) - Plafit 124


''Um dos chassis mais utilizados no "Grupo Z", sempre foi o "Plafit 124", um chassis fiável, rápido e à prova quase de tudo.

No entanto não era um chassis que se encaixasse no carro com um "Klick", era necessário colar as espuma laterais na carroçaria, retirar os encaixes da carroçaria do "Mini Z", ou seja uma série de coisas, que apesar de simples, assustavam muita gente, ou porque a carroçaria ficava torta, ou mal colada e descolava, ou uma série de coisas que o pessoal com falta de "jeito" se queixava.

Agora depois de aparecerem outros Chassis com encaixe directo nas carroçarias, basta um "klick", também a plafit entrou pela nova moda e está a comercializar para o seu chassis modelo 124 um kit de adaptação para a montagem rápida das carroçarias.

Com este "kit" a Plafit deu um passo em frente pois que os seus chassis são bem mais robustos que outras ofertas no mercado.''

http://www.slotcars-forum.com/index.php/topic,818.0.html

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Lancia LC 2-84 Slot.It

O mais recente chegado ao parque:

Lancia LC 2-84 da Slot.It

Este carro foi uma aquisição do meu pai, viu o carro na GT Team e depois de o apreciar algum tempo acabou por comprar ;)

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Novidades Ninco - 2010 Março/Abril

As novidades da Ninco para estes meses que se avizinham:



Preparação - Opel Corsa Sloter

Aqui deixo a preparação do meu Opel Corsa da Sloter:

O melhor tempo que consegui fazer foi 8,787 segundos na calha branca na primeira prova do Troféu Opel Corsa.

A preparação não é grande coisa mas dá muito gozo andar com o carro.

Material utilizado na preparação:

Eixo traseiro - Slot.It 55mm
Jantes traseiras - Slot.It alumínio 15,8mm
Pneus traseiros - P6 Slot.It ou S2 Slot.It
Cremalheira - 24 dentes Slot.It
Pinhão - 10 dentes Slot.It
Motor - NC-5 NINCO (obrigatório no campeonato)
Eixo dianteiro - NSR
Jantes dianteiras - NSR 17 mm
Pneus dianteiros - Slot.It zero grip
Patilhão - Cinzento da Slot.It
Palhetas - Slot.It Super Racing

Espero que seja útil.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Atraso de informação

Devido a um problema no meu computador fixo ainda não posso colocar fotos da prova de sábado (Slot.It Series) e mais fotos da primeira prova de Barquetas.

Infelizmente passei as fotos para o computador e eliminei as da maquina porque estava sobrecarregada, no dia a seguir fui ao computador e não aparecia nada no ecrã, troquei fios e ecrã e não deu nada.
Espero não perder estas fotos...

As minhas desculpas. José Marques.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Campeonato Barquetas - 1º Prova



Campeonato Barquetas - 1º Prova
19/02/10 - GT Team

Iniciou se na passada sexta-feira o Campeonato Inter-Clubes de Barquetas 2010.

A prova decorreu nas instalações da GT Team, compareceram à prova 12 pilotos que apresentaram vários carros de várias marcas.


José Eduardo conseguiu a pole position com o seu Alfa Romeo da Slot.It com um fantástico tempo de 7,967 segundos.

Na primeira manga correram:

José Pedro, Filipe Gomes, António Maia, José Pedro Vieira, Daniel Costa e o Pedro Correia.

Pedro Correia não conseguiu fazer uma boa prova, muito devido ao seu Porsche 936 da Spirit que não estava bem preparado, ainda por cima teve uns pequenos azares e perdeu algumas voltas, ficou no 11º Lugar.

Filipe Gomes com o seu Ferrari 312 PB da Slot.It não fez uma grande prova e teve um pequeno azar com o carro acabou por ficar no 10º Lugar.

José Pedro com o seu Porsche 917 da GB Track que não estava com um carro muito bem preparado e fez o melhor que pode, mas mais uma vez teve um problema no carro e ficou no 9º Lugar.

Daniel Costa com o seu Alfa Romeo da Slot.It fez uma boa prova, mas mais uma vez teve um problema com os fios que se desencaixaram do patilhão e ficou no 8º Lugar.

José Pedro Vieira com o seu Ferrari 312 PB da Sloter fez uma prova normal, com um carro que não é o melhor, ficou no 7º Lugar.

António Maia com o seu Ferrari 312 PB da Slot.It fez uma prova normal e ganhou a primeira manga ficando no 6º Lugar Final.

Na segunda manga correram:

Hugo Figueiredo, Emídio Peixoto, Vítor Lopes, Carlos Alvim, José Eduardo e Miguel Queirós.



Vítor Lopes começou a prova e rapidamente abandonou ficando assim no último lugar.

Hugo Figueiredo com o seu Porsche 936 da Spirit fez uma boa prova com um carro que não é fácil de preparar, ficou no 5º Lugar.

Miguel Queirós fez uma prova normal sem problemas, fez o melhor tempo da prova com um fantástico 7,903 segundos e terminou no 4º Lugar

José Eduardo que conseguiu a Pole Position não conseguiu manter o ritmo mas mesmo assim fez uma boa prova e acabou no último lugar do pódio.

Emídio Peixoto fez uma boa prova como de costume, mas não esteve à altura do Carlos Alvim que fez uma grande prova.

Carlos Alvim fez uma fantástica prova que o levou à vitória desta primeira prova deste Campeonato de Barquetas.

Aqui fica a classificação da prova:
(clique na foto para aumentar)


Pódio da prova:

1.º Carlos Alvim;
2.º Emídio Peixoto;
3.º José Eduardo.

Foi uma prova fantástica, com um ambiente também fantástico, vai ser certamente um Campeonato muito interessante.

Sexta-Feira é a próxima prova deste Campeonato. Compareça no Clube Slot de Braga ;)

Mais fotos brevemente.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

A minha pista de Rally

Finalmente apresento a minha pista de rally.
A pista é constituída por calhas SCX e por calhas NINCO.
Uso o sistema de Cronometro de Rally da SCX, assim utilizo apenas uma calha e o carro dá a volta ao circuito devido ás ''rotundas'' existentes.
Têm um adaptador para punhos com sistema de 3 bananas em vez dos punhos da SCX.
O transformador é da SCX com 15 volts.

O recorde da pista neste momento é 11,72 segundos com o Citroen Xcara PRO da SCX.

A pista têm uma decoração simples apenas com algumas árvores e com o tapete relvado.
Espero que gostem.

Amanha publico mais fotos da pista, brevemente mostrarei esta pista mas na versão de Raid.
Aqui deixo as primeiras fotos da pista:



segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Análise - Ferrari F430 Xlot

O primeiro artigo depois do encerramento do portal Slot Portugal:

http://board.slotportugal.com/index.php?showtopic=1857

''Desde o encerramento do portal SlotPortugal que não escrevíamos artigos e review para o mundo slot, mas a curiosidade e o gosto pela partilha falou mais alto, e resolvemos esmiuçar o Xlot 1:28 da Ninco.


Como o nosso objectivo era mesmo conhecer todos os pormenores do modelo, resolvemos comprar este Ferrari em Kit. O kit acompanha um manual, mas foi preciso alguma experiência neste tipo de carros para que a montagem fosse realizada rapidamente. Agora com este artigo, até os menos experientes conseguem monta-lo sem problemas.

Começamos pelas medidas extraídas do sitio da Ninco, embora tenha algumas dúvidas na escala, pois os modelos da Kyosho e Revell na escala 1:28 são maiores, mas isso não tem importância para já. Com 159mm de comprimento, 45,3mm de altura, 64,8mm de largura com eixos de 61mm. Pesa 152 gr. Sendo 47,1 dedicados a carroçaria, a qual é mesmo muito leve.


O motor é Xl 1 com 25,7 r.p.m aos 14,8 volts e 250ma de consumo e um par de 290g. O motor tem um efeito imã brutal, demasiado para este tipo de carro. A transmissão de série é um conjunto em plástico de pinhão com 7 dentes, cremalheira de 30 e ainda mais uma variável a considerar, a correia de transmissão, esta com 42 dentes.

Ainda na montagem, tivemos alguma dificuldade com a cremalheira, pois como é de plástico e sem parafusos, teve mesmo que entrar a força, algo pouco convencional para um modelo de metal. Após a montagem do modelo fomos para a pista Estoril Challenger V2010 para atestar se os rumores eram verdadeiros ou não.


Para que existisse um objectivo de tempo, resolvemos dar umas voltas como nosso carro "Zero", um Plafit 1:28 com motor FOX a 14,8 volts, e registamos rapidamente 6,672' em poucas voltas. ATENÇÃO: Isso não é uma comparação de qualidade, apenas uma referencia de tempo, já que todas as outras referências são de modelos 1:32 de plástico. Logo que colocamos o Ferrari na pista, e antes mesmo de concluirmos a primeira volta, voltamos com o modelo para o box, pois o carro estava totalmente travado, como se estivéssemos a conduzir com o travão de mão accionado.


Mas isso foi simples de resolver, pois a correia de transmissão estava muito apertada e sem folga suficiente para que a transmissão rodasse com mais liberdade. O ajuste da correia de transmissão é feita através do suporte de fixação do motor, que tem dois parafusos que podemos deslocar o motor para frente ou para trás, conforme seja necessário.

Ultrapassada esta primeira afinação voltamos a pista. Começamos por andar com cuidado para conhecer melhor o modelo. Entretanto, percebemos que a 14,8 volts é uma tensão baixa para o potencial do carro, pois como disse antes, a atracção magnética deste motor é brutal, o que aumento o efeito travão, mas prejudica na velocidade final. Aumentamos a tensão da pista para 16,8 volts e começamos a ter um comportamento de um carro a sério.


Iniciamos com registos de tempo bastante elevados, 7,812' nas melhores voltas, o que é um tempo muito alto para este traçado. Aqui começa a nossa aventura. Como estamos numa pista com o piso liso precisamos baixar a altura do carro, lembrando que os modelos Ninco são fabricados a pensar nas pistas Ninco.


No eixo traseiro, utilizamos os dois parafusos traseiros para este fim. Apesar disso, com os pneus originais no eixo dianteiro o carro fica acima da altura mínima regular. Conseguimos baixar muito pouco o eixo dianteiro. No eixo dianteiro existe um conjunto de 3 parafusos que devem trabalhar de forma conjunto. O parafuso que regula a altura do patilhão, o da altura do eixo e da basculação, todos influenciam na altura do eixo dianteiro. Mesmo assim, com as jantes originais não conseguiríamos baixar ainda mais o carro.


O tempo baixo pouco, caiu para os 7,713', pois os pneus não possuem uma aderência adequada na pista Carrera, além dos pneus não estarem colados as jantes. Isso deixa o carro sem aderência suficiente para as acelerações e perde-se imenso na entrada das curvas. Poderíamos ter parado por aqui, mas no "braço" sentíamos que poderíamos ir mas além, e então resolvemos ir além Ninco.

Como não estávamos satisfeito com esta situação, pois um carro com esta capacidade não poderia ficar pelos 7' altos, resolvemos montar as jantes de espuma Sigma que estavam montadas no carro Zero, e com isso reduzimos a altura do modelo para perto do ideal. Aqui cabe uma observação. Só é possível fazer ajustes porque o chassi tem esta capacidade, tanto no eixo dianteiro como traseiro. Com a redução da altura, alteramos a basculação do eixo dianteiro, a única possível, e ganhamos imenso em todos os sentidos.


A partir daqui o carro passou a ter um comportamento de carro a sério e chegamos rapidamente aos 7,298'. Com o aumento de velocidade e capacidade de curvar, começamos a encontrar problemas na frente do carro, pois a tendência em sair de frente ficou mais evidenciada. Analisamos com cuidado e começamos por mudar as patilhas, pois a de origem são finas e rígidas.


Já aqui ganhamos mais contacto com a pista e conseguimos subir um pouco o patilhão e com isso baixar a frente do carro. Melhorou, mas não o suficiente para baixarmos dos 7', conseguimos marcar 7,092, mas ainda não era suficiente.

Como os recursos de afinação não permitiam ir além, tínhamos apenas a possibilidade de reduzir o diâmetro dos pneus, mas neste caso estaríamos a "inventar". Usamos nossa experiente e fixamos 3 gramas no braço do patilhão e conseguimos subir mais o patilhão e baixar ainda mais a frente do modelo. Agora sim, conseguimos chegar aos 6.923' e dar voltas constantes entre os 7,1' e 7,2' com bastante segurança. Para encerrar voltamos aos 14,8 volts, mas o carro fica mesmo lento e o tempo máximo que conseguimos foi 7,765'


Após quase 800 voltas e muito trabalho, concluímos que o modelo tem capacidade de atingir maiores patamares, mas precisaria de uma ajuda da Ninco, pois existem alguns aspectos a desenvolver, que não favorecem este modelo em competições 1:28 diante de outros modelos com mais maturidade na escala 1:28.

Gostamos: Inovações, peso, carroçaria, acabamento, possibilidades de afinação
A Desenvolver: Variação na posição do motor (Angular/Inline), transmissão, patilhão e basculação horizontal do chassi.
Não gostamos: Preço muito elevado e motor

A Ninco já incluiu em seu catalogo material de reposição, mas ainda muito limitada, embora já tenha a cremalheira e pinhão de alumínio, e ainda as chumaceiras de rolamento.''